FORMULÁRIO DE ANÁLISE ACÚSTICA
Dicas personalizadas para sua sala
Descarregar
O que dizem os nossos clientes!
Pontuação média por nossos clientes
4.8 (de 5)
Último comentário: 08-04-2017
Sin comentarios.

Junior Pack

Kit Acústico para salas < 8m2.

Inclui: (12) absorventes acústicos + (4) bass traps.

Cobertura total: 5,76m2. Cores: Antracite e Borgonha.

Veja mais...

Disponibilidade: Disponível


249,00 € com IVA


logo_imagen

Acessórios Junior Pack


logo_imagen
LitenJuniorFläktStorSeniorJätte
< 6 m2
Liten Pack - Kit acústico
< 8 m2
Junior Pack - Kit acústico
< 10 m2
Fläkt Pack - Kit acústico
< 14 m2
Stor Pack - Kit acústico
< 17 m2
Senior Pack - Kit acústico
< 20 m2
Jätte Pack - Kit acústico

O que é?

Os kits da Skum Acoustics são combinações dos nossos produtos (absorventes acústicos, bass traps, etc.), especialmente seleccionadas para a abordagem dos principais problemas acústicos, que são comuns em todas as salas, num formato acessível e fácil de usar.

O kit acústico JUNIOR PACK é o mais usado para salas pequenas. Combina painéis acústicos com bass traps numa proporção equilibrada, concebida para o acondicionamento acústico de cabinas de gravação e salas de controlo, até 8m2.

Destacado:

  • kit acústico com uma cobertura total de 5,76m2.
  • Concepção de sala Live-End, Dead-End (LEDE).
  • Painéis de 6,4cm de espessura, 28% mais grossos do que a norma do mercado (5cm).
  • Espuma acústica de alto rendimento e 28kg/m3 de densidade.

Que é que o pacote inclui?

Kit Cor: Antracite

  • [ 12 ] Painéis absorventes HAVSVÅG - Antracite de 60cm x 60cm x 6,4cm (4,32m2).
  • [ 4 ] Bass traps HAVSVÅG BT - Antracite de 30cm x 30cm x 60cm (1,44m2).

Kit Cor: Borgonha

  • [ 12 ] Painéis absorventes HAVSVÅG - Borgonha de 60cm x 60cm x 6,4cm (4,32m2).
  • [ 4 ] Bass traps HAVSVÅG BT - Antracite de 30cm x 30cm x 60cm (1,44m2).

Embalagem habitual:

  • (1) 62cm x 62cm x 49cm (0,19m3 / 5 Kg.)
  • (1) 62cm x 62cm x 32cm (0,12m3 / 4 Kg.)

Qual é o rendimento?

A tabela que se apresenta em seguida mostra uma comparação do tempo de reverberação previsto, em diferentes gamas de frequências (graves, médios e agudos), antes e depois da instalação de um Junior Pack numa sala de exemplo*.

T. reverberação (s)T.lowT.midT.high
Sem tratamento 2.1 1.7 1.4
+ Junior Pack 0.7 0.5 0.4

* Sala de exemplo: Recinto rectangular de 8m2, com paredes e tecto de acabamento rebocado, pavimento de parquet, existência de uma janela e uma porta de madeira. Altura do tecto: 2,5m.

De que kit é que necessito?

A tabela seguinte ajudá-lo-á a escolher o kit de acondicionamento acústico mais adequado, em função do tamanho da sua sala e do uso que lhe dará.

Instruções:

  • Na coluna 'm2', seleccione a linha que mais se aproxima do tamanho da sua sala.
  • Na linha seleccionada, encontre o código de cores em função do uso desejado.
  • A % indicar-lhe-á a proporção de superfície de paredes e tecto que o kit seleccionado cobrirá. Quanto maior for a % menor a reverberação.
Tabela de Selecção - Kits Skum Acoustics
 
0% - 10% Insuficiente / Cobertura baixa
10% - 20% Parcial / Trat. Spot
20% - 40% Sala de Controle (LEDE)
40% - 60% Sala de Gravação
60% - 80% Cabine de voz / dublagem
Tam. SalaModelo de Kit Acústico
A x L m2 LITEN JUNIOR FLÄKT STOR SENIOR JÄTTE
1,8 x 1,2 2,2 31% 41% 50% 67% 82% -
2,0 x 1,5 3,0 26% 34% 42% 56% 68% 84%
2,2 x 1,7 3,7 23% 30% 37% 50% 60% 74%
2,4 x 1,9 4,6 20% 27% 33% 44% 54% 66%
2,6 x 2,1 5,5 18% 24% 30% 40% 48% 60%
2,8 x 2,3 6,4 16% 22% 27% 36% 44% 54%
3,0 x 2,5 7,5 15% 20% 25% 33% 40% 49%
3,2 x 2,7 8,6 14% 18% 23% 30% 37% 45%
3,4 x 2,9 9,9 13% 17% 21% 28% 34% 42%
3,6 x 3,1 11,2 12% 16% 19% 26% 31% 39%
3,8 x 3,3 12,5 11% 14% 18% 24% 29% 36%
4,0 x 3,5 14,0 10% 13% 17% 22% 27% 34%
4,2 x 3,7 15,5 9% 13% 16% 21% 26% 31%
4,4 x 3,9 17,2 9% 12% 15% 20% 24% 29%
4,6 x 4,1 18,9 8% 11% 14% 18% 23% 28%
4,8 x 4,3 20,6 8% 10% 13% 17% 21% 26%

* A tabela de selecção baseia-se numa concepção de sala do tipo LEDE, considerando a superfície de tratamento como a soma das paredes mais o tecto.

* Os resultados são obtidos mediante estimativa relativamente a uma sala standard rectangular com paredes e tecto de acabamento rebocado, pavimento de parquet, existência de uma janela e uma porta de madeira. Altura tecto: 2,5m.

Em caso de dúvida, consulte-nos! Adequar-nos-emos às suas necessidades e orçamento.

O objectivo fundamental que se pretende com o acondicionamento acústico de uma sala consiste em criar nesta um espaço de audição neutro, para que as decisões tomadas no processo de mistura-gravação se mantenham fiéis nos diferentes ambientes de reprodução posterior (carro, rádio, reprodutor mp3, equipamento Hi-Fi, etc.)

Lamentavelmente a maioria dos recintos, tanto residenciais como comerciais, são rectangulares com paredes paralelas, o que potencia o aparecimento de alguns fenómenos acústicos como: reflexões primárias, ecos flutuantes, ondas estacionárias e ressonâncias. Felizmente, como conhecemos a existência destes fenómenos, podemos adiantar-nos, prever o comportamento e desenvolver soluções para cada um deles.

Nesta secção detalham-se os principais problemas acústicos que aparecem nas salas, para se entender o seu comportamento e se mostrar como os Kits Acústicos ajudam a controlar as suas consequências, transformando uma sala de acústica deficiente num ambiente mais controlado e muito funcional para se desenvolver a criatividade musical com precisão.

Principais problemas acústicos

Do ponto de vista do ouvinte, a recepção sonora responde ao padrão seguinte:

Gráfico - Decay Som
  • Inicialmente a onda sonora directa chega, vinda da fonte de emissão.
  • Alguns milissegundos depois, as reflexões de primeira ordem (1 ressalto).
  • Finalmente, o campo reverberante, reflexões de ordem superior (2 ou + ressaltos).

Numa sala com ambiente controlado, a curva permite que se identifique de forma clara o som directo, as primeiras reflexões e o campo reverberante.

Os três fenómenos acústicos comuns que alteram esse comportamento são:

ReflexõesEco flutuanteModos Ressonantes
Gráfico - Reflexões Primárias Gráfico - Eco flutuante Detalhe - Modos Ressonantes

Reflexões Primárias

As reflexões primárias são ondas sonoras de alta intensidade que ressaltam nas superfícies mais próximas do ponto de audição (paredes e tecto); chegam ao ouvinte com um ligeiro desfasamento em relação ao som directo (pela diferença de distância percorrida), provocando cancelamentos de fase; efeito conhecido como filtro em pente ou 'combfilter'.

A colocação estratégica dos absorventes acústicos reduz a intensidade das reflexões, atenuando o efeito 'combfilter' e obtendo de forma imediata um espaço de audição mais "limpo" e definido.

Além disso, este ambiente reduz a fadiga acústica pelo facto de diminuir a actividade cerebral necessária para se discernir o que é real (directo) do que é reflectido, o que não é menosprezável no caso de longas jornadas de trabalho.

Reflexões Primárias

Eco flutuante

Eco flutuante

É um tipo de eco, altamente incómodo e facilmente perceptível. Ocorre quando a onda sonora ressalta entre duas superfícies paralelas reflectoras. Em salas vivas (sem absorventes), a onda sonora fica agarrada, ressaltando de uma superfície para outra praticamente sem perder intensidade, produzindo um eco de tom metálico que, além de distorcer a audição original, dificulta inclusivamente a localização da fonte sonora (alteração de imagem).

Os painéis acústicos resolvem o problema atenuando a intensidade da onda em cada ressalto sobre a superfície.

A concepção especial dos nossos absorventes acústicos ajuda a melhorar a difusão da energia reflectida em cada ressalto, a média e alta frequência, decompondo a onda em diversas reflexões de menor intensidade e diferentes direcções de propagação.


Modos Ressonantes

Quando uma onda sonora ressalta entre duas superfícies, ocorre uma interferência entre a onda de ida e a onda de volta; o resultado é conhecido como onda estacionária ou modo ressonante.
Nesta interferência, se ambas as ondas coincidirem em fase, somam-se, provocando um pico modal na resposta nessa frequência (e os seus harmónicos); em contrapartida, se ambas as ondas estiverem em contra-fase, anulam-se entre si, criando um vale na resposta da sala.

Este fenómeno é especialmente problemático no caso da baixa frequência, dado que a sua presença é mais isolada e se concentra à volta das frequências fundamentais da sala, alterando abruptamente a resposta frequencial, em função da posição de audição dentro da mesma sala.

A instalação de isoladores acústicos de graves nos cantos da sala permite a redução da intensidade em baixa frequência e a atenuação dos efeitos das ondas estacionárias, para criar um ambiente de audição mais fiel e neutro.

Modos Ressonantes

Observe as imagens particulares de cada Kit. Encontrará detalhes de montagem standard numa sala de demonstração, que tem as dimensões máximas recomendadas em cada caso. Pode adaptar os conceitos da montagem de demonstração às particularidades da sua sala.

Conceito concepção LEDE

Os Kits Acústicos da Skum Acoustics são configurados a pensar na consecução de uma aproximação à filosofia de concepção de salas Live-End, Dead-End (LEDE).

A filosofia LEDE, graças à simplicidade de conceito e à polivalência que permite a sua adaptação a uma grande quantidade de espaços, popularizou-se nas últimas décadas até se converter no padrão de referência de concepção nos 'home studio'.

A ideia fundamental da concepção LEDE é criar uma zona de audição (sweet spot) neutra e equilibrada, para que as produções possam ser reproduzidas correctamente em equipamentos fora do estúdio.
Para tal, a filosofia consiste em dividir a sala em duas secções. A frontal (dead-end), onde habitualmente se encontram os monitores, concentra a maior parte do material acústico para absorver as reflexões primárias, obtendo um alto ratio do som directo em relação ao reflectido. Com isso, reduz-se a alteração da mistura directa.

A secção posterior (live-end) não contém absorção, é mais 'viva', para proporcionar ao ambiente a sensação de espaço e naturalidade. Algumas variantes adoptam, nesta secção posterior, a instalação de difusores acústicos, tendo em vista romper as reflexões e criar um campo reverberante mais difuso.

Detalhe - LEDE Design Criteria

Conselhos básicos para um rendimento máximo...

Há uma série de práticas de montagem comuns, muito úteis para que possa obter o rendimento máximo na instalação de um kit acústico na sua sala. Apresentamos-lhe em seguida algumas que são imprescindíveis...

Detalhe - Balanço estéreo   Detalhe - Ponto de audição e ponto focal

Onde é que coloco a mesa?

Pergunta fundamental. Uma má escolha desvirtuará totalmente o resultado; para se decidir, tenha em conta:

Balanço estéreo: procure a simetria no ponto de audição. Coloque-se no ponto médio entre as duas paredes laterais. A distância à parede deve ser a mesma, tanto no canal esquerdo como no canal direito; caso contrário, existirá um desfasamento entre canais que alterará a imagem estéreo.

Evite o centro da sala: é um lugar onde todas as ondas estacionárias interagem, sendo o ponto da sala com a maior alteração da resposta. Se for possível, coloque-se perto de uma parede. Desta forma, evitará a zona de maior conflito e facilitará a concepção acústica.

Reflexões: facilite a instalação do material acústico. Evite colocar-se perto de uma janela, um visor, uma porta... numa parte lateral; lembre-se da simetria!

Difusão natural: aproveite formas atípicas da sala ou mobiliário para as utilizar como elemento difusor na parte posterior - uma estante, uma biblioteca repleta, etc.

Ponto de audição e ponto focal

A separação entre os dois monitores, e destes em relação ao ponto de audição, deve desenhar um triângulo equilátero (todos os lados iguais); os monitores, na realidade, devem apontar (focalizar) para um ponto situado cerca de 50cm atrás do ponto de audição.
Este 'truque' melhora a imagem sonora.

O material acústico...

Altura dos painéis: em geral é uma boa ideia colocar o centro dos painéis à altura em que os ouvidos do ouvinte se encontram. Uma pessoa sentada tem os seus ouvidos aprox. a 1,2m do chão, se estiver de pé (por exemplo, numa cabina de dobragem), a altura costuma rondar os 1,6m - 1,7m.

Técnica do espelho: é uma técnica que lhe facilitará a descoberta do ponto em que as reflexões primárias ocorrem. Necessitará de um espelho e de um ajudante.
1. Acomode-se no ponto de audição.
2. O seu ajudante deve deslocar o espelho ao longo da superfície reflectora, à altura dos seus ouvidos.
3. Descobrirá o ponto óptimo, em que deverá colocar os absorventes acústicos, quando puder ver o reflexo dos monitores no espelho.